quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

"lá a gente se mistura, não tem razão, só tem coração bom..."

"de chegar no palco do Circo e todo
mundo botar a mão pra cima, lá eu aprendi que tem que
tá sempre alerta, um bom lugar, uma boa conversa,
pedaço cheio de gente trabalhadora, fica ou não de
bobeira de segunda a segunda-feira, correr atrás do
seu espaço nos palcos, ou, ficar esperando o sol
nascer atrás do Arcos, se não conhece, pode chegar
parcero, o coração da Boemia, Centro, Rio de
Janeiro..."


É bom lembrar de como a Lapa só me trouxe coisas boas. Que tive noites o tanto que comentadas, outras muito movimentadas. Mas parece uma sala, que quando você olha para um lado tem pessoas que curtem samba, quando se olha para outro pessoas curtem funk, quando se olha para o fundo tem rock e logo no bar do lado tem forró. Dá pra entender o que acontece ali, talvez seja a melhor idéia, todos estarem juntos. Pessoas diferentes por todos os lados, "tribos" é o que todos dizem, "tribos distintas" é a melhor definição a ser dada. Mas isso, é o de menos, isso não impede que um se divirta e o outro cante pra todo mundo ouvir.

Lapa, Botafogo, Leblon, Gávea, Ipanema, Flamengo, todos esses lugarzinhos tem seus bares(point), casas de show, pequenas casas de show, tudo de que o Carioca e outros precisam. Eu não troco por nada. Circo Voador, que lugar é aquele? Ou esse(da foto)? Eu que já pude ver de perto, ver shows, pude entender um pouco dos projetos a serem oferecidos, a mistura das tribos como havia falado. É bom até demais. Drinks dose dupla, um barzinho com bancos altos, do outro lado oficinas de grafitti, exposições pelo pátio, barraquinhas de brechó até barracas sobre ecologia, sobre plantações, tudo em um preço bem carioquinha. Uma pista revestida à madeira, um palco onde pessoas das mais diversas cidades sobem, uma arquibancada no andar de cima, onde a visão é bem boa, mas onde as pessoas disputam por um lugar. É um lugar onde se entra e não quer mais sair.

Um dos meus lugares preferidos. Nunca tinha visto rappers ao vivo, achei que seria um tanto que tediante estar vendo-os, mas não, quando estive por lá foi tão bom vê-los cantando e ao mesmo tempo mostrando a arte, o graffiti. É bem claro, você vai a Lapa e não sai sem se divertir. Pouco dinheiro, muitas horas em um lugar onde não há preconceito. Quero voltar, rápido!

8 comentários:

  1. tem dois lugares aqui em Salvador, rio vermelho e pelourinho, q me lembram a descrição q vc fez.
    eu fui na lapa enquanto estava aí, fui em um barzinho, n tava tendo show no dia, eu acho, mas enfim, esses bairros daqui me fascinam por isso,
    primeiro pq eu moro na cidade do axe e pagode, e é um saco, pq n qurendo discriminar, parece ser um povo q sofreu lavagem cerebral, n pensam, n questionam, aceitam, e se ridicularizam, e no rio vermelho, pode ate ser q tenha um show de axe e pagode, o que é dificil, mas há energia, ha sensação de cultura, temos tudo misturado, e respeito um com outro, ha show de metal e hc no rio vermelho, e nós n nos sentimos marciamos por ir com nossos jeans rasgados ou roupa preta. e por incrivel q pareça o pelourinho tb é assim, muito diferente do q é mostrado, tem tempo q n vou no pelourinho, e me dizem que n esta mto bom, mas havia a rocinha, q era um beco q rolava show de reggae com bandas iniciantes, e tpo, uma galera fumava lá, mas era na paz, pelo menos pra mim nunca houve tumulto, e vc saindo da rocinha dava de cara com um sambao(no melhor estilo daí do RJ)e assim que é blz, eu sentia como se visitase varios lugares em um lugar só, e mais, nesses lugares eu conseguia conversar e parecer q estava falando algo e alguem entendia, e nao me sentia um estranho no ninho. bom, tenho q conhecer mais a lapa qndo foi ai
    =)

    ResponderExcluir
  2. Ok. Quando eu quiser eu para o Rio, já sei quem procurar pra ser minha guia.
    :)

    ResponderExcluir
  3. Aaaa, o Circo! Só me traz lembraças boas. Lugar lindo, bebidas ótimas, muito bom gosto na hora de selecionar shows, e som perfeito! Queria que todos os lugares do Rio fossem assim.

    Fora que realmente na Lapa, até hoje, só teve coisa boa. Até quando a gente foi barrada foi perfeito. Não temos o que reclamar.

    ResponderExcluir
  4. Gostei do seu blog, vou acompanha-lo :)
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Isso explica seu hábito de madrugar! [2]

    Sou carioca, tijucano. Nunca passei nem pela Lapa. Minha irmã conhece bem essa área. Ela uma vez me contou de como foi divertido um show no Circo. Se não me engano era do Monobloco, mas não vou arriscar... foi um show. Lendo o seu texto imaginei tudo o que ela um dia tinha me contado e juntei com outros pensamentos de alegria. Talvez tenha sido só por causa do seu texto, mas no próximo convite que me fizerem para tomar uma coca (viciado em uma) ou qualquer outro drink, pensarei: Por quê não conhecer a Lapa?

    Sucesso com seu blog.

    PS: Conheci ele na comunidade... naquele tópico "qual nota do blog acima?". Não fui eu quem deu a nota, mas curiosamente o nome me chamou a atenção.

    ResponderExcluir
  6. te indiquei o selo do "Olha Que Blog Maneiro".

    Veja as regras no meu blog e pegue o selo.

    http://grafon.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Você ganhou o meu selo "Gostei do que li"
    veja as regras e pegue seu selo em

    http://vncsmagal.blogspot.com/2009/02/ganhadores-regras-do-selo.html

    e ajude com a idéia !

    ResponderExcluir